O Batismo nas Águas

quinta-feira, 8 de agosto de 2013


A palavra “Batismo” significa imergir, ou seja, o batismo é realizado por imersão (Mt 3.16, At 8.38). A ordenança do batismo saiu dos lábios de Jesus e todos os que verdadeiramente acreditam no Senhor têm a alegria de cumprir este mandamento: “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” (Mt 28.19).

A Fórmula do Batismo

Alguns argumentam que o batismo tem que ser feito só em nome de Jesus, mas afirmar isso acerca da fórmula batismal é uma prova de falta de conhecimento Bíblico e teológico. Quem pensa assim criou uma fórmula que não existe modelo nas Escrituras. A menção do batismo em nome de Jesus (Atos 2.38; 8.16; 10.48 e 19.5) encontra-se em passagens que não tratam da fórmula batismal, e, sim, de atos ou eventos feitos em nome de Jesus, pois tudo o que é feito em nossas vidas é em nome de Jesus. Veja o que diz o apóstolo Paulo em Colossenses 3.17: “E tudo quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai”. O cristão quando se reúne, se reúne em nome de Jesus; Quando louva a Deus com cânticos, louva em nome de Jesus; Quando apresentamos uma criança, apresentamos em nome de Jesus;… e quando realizamos um batismo, realizamos em nome de Jesus, mas de acordo com a fórmula dada por Cristo: “Em nome do Pai, Filho e Espírito Santo” (Mt 28.19). Os textos do livro de Atos só nos mostram essa realidade e não uma fórmula batismal, veja: Atos 2.38 – “Em nome de Jesus Cristo”; Atos 8.16 – “em nome do Senhor Jesus”. Se essas passagens revelassem a fórmula batismal, seriam iguais, pois qualquer fórmula é padronizada. O que a Palavra está dizendo é que as pessoas eram batizadas na autoridade do nome do Senhor Jesus, mesmo porque não é possível que Pedro, pouco tempo depois da ordem de Jesus, em Mateus 28:19, agisse de modo tão diferente, alterando a fórmula batismal.

O Batismo salva e purifica o homem do pecado?

O batismo não purifica o homem do pecado e nem o salva, essa ideia é desqualificada com um pequeno versículo de I João 1.7: “…e o sangue de Jesus seu Filho nos purifica de todo pecado”. A Bíblia deixa-nos lúcidos quanto ao que nos purifica – O SANGUE DE JESUS CRISTO. Em Marcos 16.16 é nos dito que: “Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado”. Não é dito que quem não crer e não for batizado será condenado, mas apenas quem não crer. O ladrão da cruz não teve tempo para se batizar, mas creu no Senhor, aceitou o seu sangue e foi salvo (Lc 23.43).

Quem deve ser Batizado?

Os que devem passar pelas águas do Batismo são aqueles que creram na Palavra, se arrependeram dos seus pecados e querem viver uma nova vida (Mc 16.16, At 2.38, Rm 6.4). As crianças estão isentas dessa ordenança, pois dos tais é o Reino de Deus (Mt 19.14).

O que simboliza o batismo?

“…que também agora, por uma verdadeira figura, o batismo…” (I Pe 3.21). “Fomos, pois, sepultados com ele pelo batismo na morte…” (Rm 6.4). O batismo é uma figura do que acontece com as nossas vidas. É um símbolo da nossa morte e ressurreição com Cristo, pois Jesus morreu por nós e, pela fé, nós morremos com ele naquela cruz. Hoje vivemos em novidade de vida, por termos crucificado o nosso velho homem (Gl 2.19-20).

Pr. João Flávio Martinez

0 comentários :

Postar um comentário