O Modelo Educacional de Jesus de Nazaré

terça-feira, 17 de setembro de 2013


Quem, visitando a Palestina, percorrer a região que outrora se chamava baixa-Galiéia, encontrará uma cidadezinha de cerca de 30 mil habitantes que tem o nome de En-Nazirah. Terra natal de José e Maria, sitio da Anunciação, residência de Jesus por 28 anos, lugar onde começou a ensinar sua doutrina. Encontra-se ali a Fonte da Virgem, suposto local onde, segundo a tradição, recebeu Maria a saudação do anjo. 

Jesus em Nazaré

Embora os Evangelhos façam poucas referências ao período de cerca de 28 anos que Jesus passou em Nazaré, não é difícil recompor traços da sua vida nessa época. Nos lares hebreus daqueles dias, recebiam as crianças aprimorada educação religiosa. As mães é que cuidavam da instrução dos filhos até que eles chegassem a idade de trabalhar. Então os pais lhes ensinavam ofícios. 

De Nazaré sairá alguma coisa boa? 

Jesus possuía a arte de descobrir as oportunidades que a vida oferece. Falava-se muito mal de Nazaré. O povo daquela região era criticado até por não saberem pronunciarem bem a língua do país. Contavam-se anedotas muito chistosas para mostrar até que ponto a pronúncia dessa gente era defeituosa. Havia mesmo, muito vulgarizada, a expressão: "de Nazaré sairá coisa que boa seja?"... Até mesmo Natanael chegou a dizer: "De Nazaré pode sair alguma coisa boa?" (João 1:46). - Sim, saiu o NOSSO SENHOR JESUS.

O desenvolvimento de Jesus Cristo

Foi integral o Seu desenvolvimento. O evangelista Lucas diz, referindo-se a época em que Jesus morou em Nazaré: "E crescia Jesus em sabedoria e em estatura, e em graça para com Deus e os homens" (Lc 2:52).
Por aí se vê que Jesus cultivava a inteligência (crescia em sabedoria), o físico (crescia em estatura) e a vida religiosa (crescia em graça). Muitas vezes a educação atual não é assim completa. Há quem só cuida do físico e deixa de lado o cultivo da inteligência. Há os que cultivam a inteligência e o físico, mas deixam de lado a vida espiritual. Só pode dizer que possui educação integral quem cuida dela em todos os três aspectos, como fazia Jesus.

Entre Doutores

O longo silêncio que na vida de Jesus corresponde ao período que Ele passou em Nazaré se interrompe com a narrativa de sua visita a Jerusalém. Jesus disse que ficara no Templo para tratar dos negócios do Pai. Quer com isto dizer que desde criança Ele sabia muito bem qual a sua missão na terra. Essa é uma das condições do sucesso na vida. Alguns dos grandes homens que a humanidade reverencia, escolheram muito cedo a sua vocação.

O exemplo de Cristo

Há pessoas que nunca se especializam em coisa alguma, depois quando querem empregar-se apresentam-se alegando que sabem fazer tudo, mas a experiência demonstra que é muito difícil arranjar emprego para quem pensa que entende de tudo, mas nunca teve profissão definida. É bom lembrar que o "programa" traçado por Jesus não era vago e confuso. Tinha tempo bem determinado para cada uma das tarefas a serem executadas. Foi também por isso que algumas vezes, explicando porque é que deixava de agir em certos casos, dizia Ele: "não é chegada a hora". O plano da vida de Jesus era tão exato que tinha até horas marcadas para determinadas ações.

Pr. Adonias Roque de Souza
Semente Apostólica 29/12/1996.

1 comentários :

Postar um comentário