No Lance Imprevisto

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

 Os guerreiros se preparam para a grande luta... 

 Essa preparação envolve oração, jejum, dedicação, e prontidão, para que quando a luta chegar, os bons soldados estejam preparados. Infelizmente vemos muitos crentes covardes, tímidos, fracos, que na primeira situação de luta, mesmo pequena, já pensam em abandonar tudo e se entregam às suas fraquezas. Um cristão genuíno não pode vacilar, tem que seguir firme, e ainda que caia, se levante e continue a marchar, se preparando para essa grande luta, e Jesus, o Capitão, avante o levará. "No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder" (Efésios 6:10).

A milícia dos remidos tem que marchar impoluta, isto é, pura, sem poluição, mantendo sempre seu processo diário de santificação, pois a milícia dos remidos é a igreja "gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível".(Efésios 5:27). Assim, teremos a certeza que a vitória alcançaremos!

Nosso anseio tem que ser o de estar com Cristo, onde a luta se travar, não somente nas situações boas, e sim nas adversidades, pois um bom soldado não foge a luta.



No lance imprevisto, devemos estar na frente, e não escondidos atrás de nossos problemas, de nossas "coisas particulares". Lance imprevisto é a adversidade que nos pega de surpresa, e por mais que nos deixe abatidos, desanimados, e muitas vezes sem forças, devemos nos levantar e seguir em frente. O lance imprevisto é o grande teste na vida do cristão, pois é nessa situação que Deus vê quem são os verdadeiros guerreiros e soldados. Esse é o momento em que recebemos o "atestado de fidelidade a Deus", pois se suportarmos o lance imprevisto, estaremos aptos a ver Cristo na Glória. "Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados. Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos; Trazendo sempre por toda a parte a mortificação do Senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também nos nossos corpos; E assim nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que a vida de Jesus se manifeste também na nossa carne mortal." 2 Coríntios 4:8-11.



Um bom soldado tem que se alegrar da vitória, note que é se alegrar DA vitória e não NA vitória. Se alegrar da vitória é estar contente com a certeza que, mesmo que pareça distante, a vitória é certa. Ainda que a situação seja contrária e as lutas aumentem, a vitória chegará no tempo oportuno, e o tempo oportuno é o kayrós (tempo de Deus) e não o chronos (tempo dos homens). E é no kayrós que Deus irá nos coroar.

Os batalhões de Cristo prosseguem sempre avante, e aqueles que "não os vês com que valor combatem contra o mal" e continuam "dormindo, vacilante, quando atacam outros a Belial", perderão a luta, pois o guerreiro do Senhor "sofre as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo e ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra." 2 Timóteo 2:3,4.

Essa é uma chamada aos cristãos que desejam ser guerreiros e soldados vitoriosos, dá-te pressa, não vaciles, hoje Deus te chama para vires pelejar ao lado do Senhor.

Entra na batalha onde mais o fogo inflama e peleja contra o vil tentador!

A peleja é tremenda, torna-se renhida, isto é, cruel e sangrenta, pois muitos perdem suas vidas nessa luta, por amor a Cristo, por isso são poucos os soldados para batalhar.



E nós, soldados prontos, guerreiros que suportam a batalha renhida, e passamos pelos lances imprevistos, sempre seguindo em frente, clamamos ao Senhor: "Ó vem libertar as pobres almas oprimidas, de quem furioso, as quer tragar!".


Maranata!

(Texto baseado no Hino 212 da Harpa Cristã).

Diego Rodrigo Souza
Creio No Amanhã